Início

Bem vindos!

Este blog tem como intuito partilhar informações relativas ao povoamento e outras variáveis, das freguesias/povoações que serão expostas. Estes conteúdos terão como público alvo pessoas interessadas em Genealogia, Sociologia e História, entre outras.

A informação contida em cada post/mensagem refere-se a uma freguesia ou paróquia, dos concelhos de Amares, Braga, Póvoa de Lanhoso, Terras de Bouro, Vieira do Minho e Vila-Verde e tem a seguinte estrutura: 
- Fontes: Registos paroquiais, fundamentalmente;
- Inquirições de Génere dos padres da respectiva freguesia;
- Famílias  por ordem cronológica a partir do primeiro filho;
- Casamentos, com transferência dos que sairam para fora da paróquia;
- Falecimentos, com os elementos que se acharam mais relevantes;
- Outros pormenores históricos, que entretanto, nos deparamos em pesquisas efectuadas.
'DIÁRIO DE BORDO'

11 de Novembro de 2011 - Com a criação deste blog, é intenção facultar dados, que porventura, muitos apaixonados destas lides, não localizam por desconhecer as movimentações daqueles 'antepassados' que procuram. Assim, dei início colocando casamentos realizados na região do Homem e Cávado, oriundos de 'gente', vinda de Sul.

12 de Novembro de 2011 - Casamentos de 'gente' oriunda de vários locais de Trás-os-Montes e Galiza.

13 de Novembro de 2011 - Casamentos de 'gente' vinda de Viana do Castelo e Porto, que casaram na área geográfica em estudo.

14 de Novembro de 2011 - Concluída a transferência dos elementos 'flutuantes' à área em questão. Na próxima intervenção, já serão divulgados dados da zona do Homem e Cávado.

15 de Novembro de 2011 - Começo da introdução de paroquias (freguesias), do concelho de Vila Verde (surgindo um problema de o blog não aceitar a freguesia de Valdreu).

16 de Novembro de 2011 - Tentativa de resolver o problema da freguesia de Valdreu, que só foi possível, com a divisão dos dados em duas partes, pois o blog não permite posts com mais de 700 KB.

17 a 21 de Novembro de 2011 - Prosseguir com o lançamento, por ordem alfabética das freguesias, estudadas, de Vila Verde.

22 de Novembro de 2011 - Com a divulgação das restantes freguesias (paroquias que não foram enquadrados nesta fase no estudo presente), terminou-se os lançamento dos dados do concelho de Vila Verde, iniciando-se amanhã o de Terras de Bouro.

23 a 25 de Novembro de 2011 - Divulgação dos elementos recolhidos das freguesias/paróquias do concelho de Terras de Bouro. Na próxima serão publicitados os dados que temos do concelho da Póvoa de Lanhoso.

 26 a 27 de Novembro de 2011 - Colocação (da informação recolhida) das freguesias da Póvoa de Lanhoso, com a indicação que, brevemente, voltaremos a este concelho, para prosseguir com as paróquias junto ao Cávado. As próximas informações serão do concelho de Braga.

28 a 30 de Novembro de 2011 - Todos os dados referentes as freguesias do concelho de Braga, com excepção de Este, S. Mamede, que está em estudo e em fase de conclusão. A partir de amanhã dar-se-á início aos elementos do concelho de Amares.

1 a 11 de Dezembro de 2011 - Toda a informação recolhida, até ao momento, das freguesias do concelho de Amares. Há freguesias, que por serem as primeiras, foram a inspiração para a estrutura do trabalho presente, tendo elas algumas lacunas, que serão corrigidas a curto prazo.

 20 de Dezembro de 2011 - Divulgação dos dados de Este, S. Mamede, Braga.

30 de Dezembro de 2011- A freguesia contemplada desta vez foi, Covelas - Povoa de Lanhoso, qual será a próxima, aguarde alguns dias e verá.

18 de Janeiro de 2012 - A primeira freguesia deste ano é Ferreiros, S. Martinho, do concelho da Povoa de Lanhoso

25 de Janeiro de 2012 - S. Pedro de Ajude, sendo uma freguesia pequena, é de realçar ser um refúgio para mães solteiras, baptizarem os seus filhos

13 de Fevereiro de 2012 - Desta vez a freguesia sortuda é a paroquia de S. André de Friande e parte-se para outra.

24 de Fevereiro de 2012 - Colocado os dados da freguesia de Vilar da Veiga, Terras de Bouro e deparei com 2 situações curiosas: A primeira diz respeito á lenda da ponte de Miserela e pelos elementos recolhidos poderá dizer-se por que alturas ela surge; a segunda curiosidade, prende-se com o facto de haver bastantes óbitos, de não naturais desta freguesia, que iam curar as maleitas ás caldas do Geres e lá sucumbiam.

22 de Março de 2012 - Dados da freguesia de Rio Caldo, S. João, onde deparamos com algumas curiosidades e que consistem no seguinte
- A existência neste documento de 2.084 Pires, nunca vi tantos Pires ....
- A provável nascença de um nome pouco comum, Falance, 'casa ou lugarejo, junto a igreja ...'
- O nome de uma antiga ponte de pedra, que nas memórias paroquiais desta freguesia é referida "ponte de Frieira, nos limites desta freguesia se arruinou com uma grande enchente que houve, no ano de 1742"

10 de Abril de 2012 - Com a divulgação da freguesia de Valdozende, terminei o concelho de Terras de Bouro, dentro daquelas balizas temporais que idealizei, partindo para nova freguesia em novo concelho.

28 de Abril de 2012 - Parada de Bouro, couto - primeira freguesia do concelho de Vieira do Minho, realço o aparecimento do apelido Vale, cuja origem vem do vale,  pertença ao lugar de pandosas, o principal desta freguesia.

5 de Maio de 2012 - Colocação de uma relação de alunos matriculados e inscritos na Universidade de Salamanca, durante a dinastia Filipina e que poderá esclarecer alguns percursos escolares.

24 de Maio de 2012 - Caniçada, sede do antigo concelho de Ribeira do Soaz, os elementos recolhidos estão prontos para consulta.

1 de Junho de 2012 - Tentativa de reconstituição do tecido populacional da freguesia de Soengas, cujos livros paroquiais teriam desaparecido num incêndio, nas casas da residência paroquial, por volta de 1700.

4 de Junho de 2012 - Reinstalada, com novos dados, a informação respeitante ao documento, restantes freguesias, de Póvoa de Lanhoso e Vieira do Minho.

11 de Junho de 2012 - Informação dos pelourinhos e forais, que existiram nesta região.

27 de Junho de 2012 - Freguesia de Sampaio de Merelim, onde se salienta a presença, neste espaço temporal de estudo, de 860 Correia's e de 431 Peixoto's. De referir a existencia da 2ª comunidade cigana, inserida, depois de verificar o mesmo na Lage 'Vila Verde'.

7 de Julho de 2012 - Funções e forma democrática no concelho de S. Marta de Bouro.

13 de Julho de 2012 - Tentativa de colocar a freguesia de S. Pedro de Merelim,  não sendo aceite, acusando sempre erro. É minha convicção que o Blog já não suporta mais informação e sendo assim, terei que repensar outro meio de difusão.

7 de Julho de 2012 - Funções e forma democrática no concelho de S. Marta de Bouro.

13 de Julho de 2012 - Tentativa de colocar a freguesia de S. Pedro de Merelim,  não sendo aceite, acusando sempre erro. É minha convicção que o Blog já não suporta mais informação e sendo assim, terei que repensar outro meio de difusão. Mas com insistência lá se conseguiu.

12 de Agosto de 2012 - Surgiu a vez a S. Martinho de Dume, freguesia cheia de história e acontecimentos, não esquecendo que teve dois 'pastores' que foram Santos, S. Martinho e S. Rozendo.

27 de Setembro de 2012 - Lançamento da freguesia de Palmeira, que devido ao volume de informação, foi necessário desdobrar em 4 documentos, para o programa a aceitar.

11 de Outubro de 2012 - Por julgar, ter interesse geral (para iniciação nesta disciplina, bem como, poder fornecer elementos cronológicos para fins patrimoniais e outros ...), dei início, por Besteiros, ao levantamento total, nas freguesias selecionadas, da população a partir de 1900 (inclusive) até 1911,

23 de Outubro de 2012 - Prosseguindo com a Geração de 1900, na freguesia de Caires e assim sucessivamente, até entrar em outra fase deste trabalho.

Perante os número de visitantes de Vieira do Minho, achei oportuno, dar elementos de mais algumas freguesias e assim em 10.11.2013, publiquei a freguesia de S. Estevão de Cantelães, onde por sinal tenho vários ascendentes.

Em 8.12.2013, foi a vez de S. Maria de Pinheiro.

Em 1.11.2014 - Colocação da informação referente á freguesia de Santa Tecla de Geraz, já extinta (englobada em S. Estevão de Geraz), como dia de finados, homenagem a todas as freguesias que por diversos motivos, foram sacrificadas á memória da história.

A colocação de informação será mais espaçada, mas continuamos a trabalhar para melhor conhecer os Nossos Heróis.


António Gonçalves
----
Nota:
[Apelo a solidariedade dos estudiosos desta temática, FORA DO DISTRITO DE BRAGA, que me enviem os dados/elementos, que encontrarem, nas suas pesquisas, de naturais desta, que por qualquer motivo se ausentaram, para - origenshc@gmail.com - à semelhança do que fiz com este blog]

14 comentários:

Luis.M.Soares disse...

António Gonçalves:
Estou coletando dados para escrever a odisseia do meu pai, minhoto de São Martinho de Águas Santas, concelho de Póvoa de Lanhoso, diocese de Braga. A minha família era conhecida por "Pérolas". Felizmente tenho em poder a Certidão de Nascimento dele onde consta no Livro 12, que nasceu no dia 26 de Julho de 1905, filho de José Soares e Joaquina da Conceição. Meu pai com 14 anos foi para Lisboa e depois de prestar o serviço militar na arma de cavalaria, foi para Angola escoltando uma leva de degredados acabanbo por ficar por lá. Gostaria que me indicasse como se processava a vida rural no Minho para poder montar a história dele. Desde já agradeço a sua colaboração. Abraço do Luís Soares

Teresa AP disse...

Muitos parabéns por este trabalho fantástico.
Um meu 5º avô (José d' Azevedo) era de Val de Reu e veio para o concelho de Torres Vedras n finalde 1700 ou inicio de 1800. Foi "através dele" que encontrei o seu blog. Tem alguma informação sobre as movimentações de pessoas dessa zona para a Estremadura /Litoral Oeste?

Mais uma vez parabéns e muito obrigada.

Antonio Gonçalves disse...

Prezada Teresa

Se é verdade (embora neste momento não esteja actualizado) que divulguei todos os que de fora 'destas fronteiras', por estas partes se radicaram.

No caso inverso (apesar que ter solicitado e criado o post Localização, com esse objectivo), os únicos dados que tenho são apenas os referidos no citado post Localização.
Respondo assim ao seu pedido se tenho informações sobre as movimentações para outros locais.


Com os melhores cumprimentos

António Gonçalves

vilela disse...

Os meus parabéns por todo este magnífico trabalho, deveras importante para todos os que se interessam pelos seus antepassados e pela história da sua terra. Pela listagem das famílias da freguesia de Ponte S. Vicente, até ao século XVIII, encontro apelidos idênticos aos de meus avós, pelo que vou tentar fazer a árvore genealógica da minha família. Neste sentido, ficar-lhe-ía muito grato se me indicasse qual a melhor forma, ou quais os passos a dar, para efectuar esta árdua tarefa. Os meus parabéns e o meu muito obrigado.

Antonio Gonçalves disse...

Prezado Vilela

Obrigado pelo incentivo, deste trabalho.
Para fazer a sua árvore, tem que iniciar com o pedido de certidão, de casamento, dos seus avós (paternos e maternos), a pedir no registo civil, neste caso, em Vila Verde (de teor informativo). Depois é só prosseguir.

Força ... no que puder ajudar, disponha ...

Geraldo Castro disse...

prezado ATONIO GONÇALVES, SOU GERALDO CASTRO MORO EM CONSELHEIRO LAFAIETE MINAS GERAIS BRASIL ESTOU FAZENDO MINHA GENEALOGIA E SE POSSIVEL GOSTARIA DE SUA AJUDA POIS MEUS ANTEPASSADO SÃO TODOS DAI DE PORTUGAL ? ATENCIOSAMENTE GERALDO CASTRO

Anónimo disse...

Gostei muito Estou tentando ver a minha origem em Carvalheira da familia DIAS PAREDES ALVES DE ARAUJO MARTINS CAPELA (PADRE MARTINS CAPELA MEU TIO AVÓ )

ma disse...

Prezado Antonio,
Fico imensamente grata ao seu blog. Consegui encontrar os seguintes parentes:
Francisco Xavier de Carvalho - Mosteiro 08/11/1772
Jose Luiz Vieira casado com Benta Gonçaves - Mosteiro - 31/07/1730
João Ribeiro de Carvalho casado com Custodia Rebello - Igreja de São Salvador
Gervasio Luiz casado com Senhorinha Vieira - Brancele
Domingos Gonçalves casado com Senhorinha Gonçaves - Ponte

muito agradecida: marialvesmarialves@gmail.com

Antonio Gonçalves disse...

Parabéns e boa pesquisa!

M.A. de Paula Lopes disse...

Agostinho Gonçalves born in Duas Igrejas, Vila Verde, Kingdom Portugal
His parents:
Manoel Gonçalves from Cabanas Vila Verde Braga, Noord Portugal
married
Maria Gonçalves from Cabanas Vila Verde Braga, Noord Portugal


Agostinho Gonçalves was married to

Maria Gonçalves born in Duas Igrejas, Vila Verde, Kingdom of Portugal
Her parents:
Francisco Gonçalves
married
Ana Pires

I am looking for additional information like birth/arriage/death dates and perhaps the grandparents of Agustinho & Maria. Kind regards form The Netherlands

Antonio Gonçalves disse...

Hi,
I have some information related to the names you mentioned. Please send me an email instead, so I can give you that information (so the blog comments section do not get too extensive).

The email: origenshc@gmail.com

Cristina Soares disse...

Boa noite

Gostaria de lhe dar os parabéns pelo seu blog. Sou apaixonada por história e encontrei informações sobre os meus bisavós paternos e alguns dados extra. Os meus bisavós casaram em 1906 mas tiveram uma filha em 1905 que foi apenas assumida pela minha bisavó. O meu bisavô só a perfilhou em 1936. O meu avô sempre nos falou da irmã mais velha (21 anos mais velha) que ele mal conhecia porque tinha sido criada fora da família, mas nunca nos disse porquê... Dá azo a muitas perguntas.

Continuação de bom trabalho

Cristina Soares

Antonio Gonçalves disse...

Fico satisfeito em ter contribuido para satisfazer algumas das suas curiosidades, foi por causa de certas duvidas que me iniciei nisto. Boa tarde

Luís Silva Rodrigues disse...

Caro António Gonçalves, antes de mais os meus parabéns pelo excelente trabalho. Tem sido muito útil para validar os textos que tenho encontrado nos registos paroquiais e o facto de termos ascendentes comuns facilitou bastante as pesquisas ;) Obrigado.

Enviar um comentário